Controlando o Ganho de Peso nos Feriados com Nutrientes de Alta Demanda

Com os feriados chegando, vêm há as assustadoras tarefas de escolher de qual festa participar, que sobremesa levar para o jantar e quais sobras serão comidas no dia seguinte. Como praticamente todos os eventos dos feriados oferecem lanches, refeições e bebidas que nem sempre são saudáveis, é quase impossível que as pessoas não sejam indulgentes com elas mesmas. Um estudo revelou que no fim de semana do feriado de Ação de Graças, os americanos gastam 1,2 horas por dia comendo e bebendo, além de outras 1,1 horas preparando as refeições. Isto é um bocado de tempo em torno de alimentos e bebidas. E uma enorme tentação.1

O que todas essas comidas e bebidas nos agregam? Quilos! Americanos ganham, em média, meio quilo durante cada temporada de feriados. E os adultos com sobrepeso ganham mais.2 O resultado é que os consumidores normalmente tentam combater o excesso de comida criando seus próprios planos de dieta. Entretanto, em vez de focar no quadro geral do controle de peso, eles estão escolhendo dicas e modas de dieta que podem mostrar resultados no curto prazo, mas fazem pouco em favor de uma mudança no estilo de vida. Esta poderia ser a razão pela qual as medidas de suas cinturas não estão mudando ou, em alguns casos, aumentando, explica um relatório de 2017 da Mintel. 3

Apesar disso, o interesse na perda de peso e em estilos de vida mais saudáveis é prevalente entre os consumidores. Mais de 75% dos adultos estão gerenciando ativamente seu peso e estão interessado em perda de peso a fim de melhorar sua saúde e se sentir (e parecer) melhor. O Bureau of Labor Statistics joga mais luz sobre os americanos interessados em eliminar quilos, relatando que 45% dos adultos com idade entre 25 e 44 anos está tentando perder peso.1 Embora muitos adultos estejam fracassando no controle de peso auto-dirigido, seu interesse em produtos e aconselhamento para a perda de peso está florescendo. Em 2010, as receitas decorrentes das vendas de produtos para a perda de peso foram estimadas em USD 60 bilhões, enquanto que os produtos com suplementos para a substituição de refeições e bebidas registraram USD 4 bilhões em vendas durante 2016.4

Este dado indica que os fabricantes que buscam atender às necessidades destes consumidores encontrarão, apenas nos Estados Unidos5, uma enorme e crescente base de consumidores constituída por 100 milhões de seguidores de dietas. Fabricantes de alimentos e bebidas têm uma oportunidade significativa para ajudar os consumidores a permanecer na linha com produtos especificamente criados para o controle de peso. Alimentos e bebidas com alto valor de saciedade – especificamente aqueles com altos níveis de fibra dietária e pobres em ingredientes glicêmicos – podem ajudar a controlar a fome entre as refeições. A evidência também sugere que alimentos no formato sólido (uma barra de energia, por exemplo) são mais eficazes em proporcionar saciedade de curto prazo que calorias líquidas (tais como bebidas energéticas).6

Além de alimentos com ingredientes que promovem a saciedade, os formuladores também podem apelar para estes consumidores com produtos criados para aumentar a termogênese a fim de ajudar a manter a perda de peso e/ou combater a desaceleração no metabolismo associada com a perda de peso. Ingredientes de alta demanda, tais como cafeína, capsaicina, chá verde (EGCG), guaraná, complexo de vitamina B e canela têm se mostrado capazes de promover metabolismo e termogênese ideais. Como esses ingredientes sugerem, produtos como cafés, chá e barras para o desjejum podem ser veículos eficazes para entregar ingredientes com propriedades termogênicas.

Oferecer uma ampla gama de opções de alimentos e bebidas que ajudam no controle do peso, tais como produtos de detoxificação para uma limpeza saudável e substituições de refeições que incorporam nutrientes que queimam gordura, assegura que os consumidores tenham sua escolha do que funciona melhor para eles. Os produtos limpadores representam um mercado significativo na categoria de controle do peso, com um interessante movimento que, conforme relatos, está crescendo para uma indústria de USD 3,4 bilhões.7 Os analistas de tendências da indústria também têm seus olhos voltados para o próximo grande marco no controle do peso – o souping8 – ou, seja, limpadores na forma de sopa ao invés de suco. Na medida em que os consumidores continuam a mostrar interesse nesta tendência de controle do peso, os fabricantes podem estar interessados no desenvolvimento de produtos de sopa criados para ajudar as pessoas a se desintoxicarem. Além de serem opções eficazes para o controle do peso, os limpadores – sejam baseados em sucos ou em sopas – oferecem conveniência, o que é um ponto de venda chave para as pessoas que vivem na correria.

Os consumidores têm pesquisado e conhecem os passos necessários para atingir suas metas, mas normalmente eles não encontram os tipos certos de produtos que se alinham com essas metas. Oferecer opções para diferentes tipos de aplicações que apoiam suas jornadas de perda de peso cria uma oportunidade para conectar-se com os consumidores durante a janela de seis semanas dos feriados e, idealmente, durante todo o ano.

O artigo técnico de Pré-misturas Fortitech “Transformar: Nutrientes de Alta demanda Encaminhando a Perda de Peso” oferece aos fabricantes outras valiosas visões e dicas de consumidores acerca combinações de nutrientes. Baixe o artigo técnico ou use o nosso Iniciador de Soluções para nos contar sobre os produtos que você está interessado em desenvolver.

Fontes:

  1. Bureau of Labor Statistics, US Department of Labor. (2007, November). BLS Spotlight on Statistics: Thanksgiving. Recuperado de: http://bit.ly/2zMJpcu
  2. Cunningham, E. (2013). What’s the Latest on Holiday Weight Gain? Recuperado de: http://bit.ly/2zMwwiF
  3. Gilbert, M. (2017) Weight Management. Mintel. Recuperado de http://bit.ly/2AodkGi
  4. Moloughney, S. (2017). Lifestyle Solutions to Managing Weight Wellness. Recuperado de: http://bit.ly/2A23D2L
  5. ABC News Staff. (2012). 100 Million Dieters, $20 Billion: The Weight-Loss Industry by the Numbers. Recuperado de:  http://abcn.ws/1fZeIO0
  6. Chaudhari, R. (2012). Transform: In Demand Nutrients Targeting Weight Management. Recuperado de: http://bit.ly/2A04xtV
  7. Hua, K. (2016). Why Juice Generation and the Juice Cleanse Trend Have Survived So Long. Recuperado de: http://bit.ly/2zUDqlV
  8. Felder, R. (2016). Souping Is the New Juicing. Recuperado de: http://nyti.ms/2hOJm9N